Desratização

Desratização

Métodos de Controle – Processo da desratização:

– Identificação, análise e apresentação de sugestões para criar medidas preventivas;
– Formação de anel sanitário, isolando a população de suas fontes vitais;
– Identificação de colônias e aplicação de raticidas (blocos, granulados, pó) através da instalação de unidades (PPE – Ponto Permanente de Envenenamento) com lacre de segurança em lugares estratégicos previamente estudados pela equipe técnica da empresa, possibilitando assim, identificação, sinalização dos pontos comedouros, controle do consumo de raticida, etc.

Os ratos são considerados pragas pois danificam e causam danos estruturais danificando fiações, estruturas, além de ser um vetor para diversas doenças, na maioria das vezes transmitidas pelas suas fezes ou através de seus parasitas. Existem cerca de 200 doenças catalogadas, como: salmonelose, tifo murinho, escabiose e leptospirose.

A maioria dos ratos possuem hábitos noturnos; eles compensam suas limitações visuais com grande senso de audição, e confiam principalmente em seu sentido do olfato para localizar comida e evitar predadores.
Os ratos se proliferam rapidamente, a fêmea do rato de telhado, por exemplo, está apta a se reproduzir aos 3 meses, sua gestação é de 22 dias, se reproduzindo de 6 a 12 vezes por ano, com uma média de 12 filhotes por cria.

Como se prevenir contra os ratos?

-Só coloque lixo em sacos fechados em lugares altos;
-Nunca Jogue lixo nas ruas ou em terrenos baldios;
-Sempre guarde os alimentos em recipientes fechados;
-Conserve jardins aparados.

Solicite seu Orçamento